31.1.11

O que há de bom nas baladas?
















“Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores! Ao contrário, sua satisfação está na lei do SENHOR, e nessa lei medita dia e noite. É como árvore plantada à beira de águas correntes: Dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que ele faz próspera! Não é o caso dos ímpios! São como palha que o vento leva. Por isso os ímpios não resistirão no julgamento, nem os pecadores na comunidade dos justos. Pois o SENHOR aprova o caminho dos justos, mas o caminho dos ímpios leva à destruição! Salmos 1.
Acredito que só com a leitura desse capítulo você já poderia fechar a página do blog e sair para fazer outras coisas. Mas, peço mais um pouco de sua atenção para repartir com você a minha experiência com as “baladas”. Com qual objetivo? Ajudar-lhe a escolher com sabedoria o caminho que será melhor para a sua felicidade presente e eterna.
Desde criança meus pais me ensinaram a nunca ir a boates. Especialmente meu pai, por ser militar e conhecer muitos perigos de perto…
Com 15 anos de idade fui visitar um amigo na cidade de Iraí, interior do RS. Lá, pela primeira e única vez desobedeci ao que meus pais haviam dito sobre o não ir à baladas. E tive uma experiência nada agradável.
Primeiro, ao entrar naquele lugar, senti um clima muito pesado e carregado. O Espírito Santo já atuava em mim porque aos 12 anos havia feito a seguinte oração a Ele: - “Deus: ajude-me a encontrar a Sua igreja verdadeira aqui nesta Terra”. Mesmo sentindo um mal-estar inicial, decidi ficar conversando com meus “amigos”.
Durante a festa parei para analisar o comportamento de todos os que lá estavam. Encontravam-se felizes, mas não precisei ser um cristão para ver que aquela era uma falsa felicidade, pois alguns estavam bêbados, drogados e lá fora era possível ver jovens deprimidos depois do êxtase inicial.
Num determinado momento, senti ali dentro que havia forças sobrenaturais influenciando os jovens e tentando me influenciar também. Meu coração acelerou e senti algo tão ruim como senti ao me deparar em certa ocasião com uma pessoa possessa por um demônio. O desconforto foi tão grande que saí de dentro da boate e deixei o meu melhor amigo lá, sozinho.
Enquanto estava sentado no banco da praça que ficava próxima ao lugar da festa, uma moça chegou do nada, quis “ficar” comigo e aceitei. Afinal, não tinha nada pra fazer e estava triste por ficar só. Alguns minutos depois aquela jovem que achei ser uma boa companhia me ofereceu bebida alcoólica. Eu disse: - “muito obrigado, não bebo”.
E, depois de “conquistar minhas afeições”, ela me ofereceu um cigarro de maconha. Argumentou: -“veja só, eles estão fumando e estão bem. Vamos fumar um também?”
Naquele momento tive a certeza de que ali não era o meu lugar. O Espírito Santo me impressionou e decidi arrumar uma “desculpa” para me livrar daquela garota e fui embora.
Não pude entrar em casa a noite toda porque estava visitando meu amigo e, se voltasse sem ele, os pais descobririam tudo. Por isso, tive que ficar caminhando pela cidade, acompanhado de minha solidão e frustrado durante a madrugada inteira até o horário em que meu amigo saiu da boate caindo de bêbado. Chegamos na casa dele quando estava quase amanhecendo.
Vou lhes dizer uma coisa, queridos amigos: aquela caminhada de quase uma noite me levou a refletir na vida e ver o quanto era importante ter obedecido aos meus pais. Hoje, dou graças a Deus por Ele ter me livrado naquele momento da bebida, das drogas e do sexo fora do casamento. Por um triz a minha vida foi decidida e, se tivesse tomado a decisão errada naqueles poucos minutos, não estaria aqui agora, escrevendo para vocês!
Não vá a uma boate para descobrir que lá não é o seu lugar. Aprenda com a minha história e não se arrisque por pouca coisa. O que Deus tem a lhe oferecer é muito mais que uma alegria passageira e que termina em depressão (ou vício): Ele quer lhe dar a vida eterna e a oportunidade de freqüentar outros mundos habitados onde o pecado não entrou (1 Coríntios 4:9; Romanos 8:19).
Deus pode tocar o coração de alguém dentro de uma boate, pois o fez comigo. Mas, não arrisque, pois poderá acontecer de não ter a mesma “sorte”. Obedeça à Palavra de Deus (lembre-se do Salmo 1, transcrito logo no início) e decida hoje mesmo não ir a lugares onde os demônios dançam, bebem e levam as pessoas a praticarem todo tipo de imoralidade e depravação. Não permita que o inimigo lhe seduza com falsos prazeres que não trazem a verdadeira felicidade. Não o deixe tirar sua saúde e colocar a sua vida em risco.

Digo por experiência: não vale a pena!

Leandro Quadros

29.1.11

Proteja seus filhos



















Note:

-o pingo do "i" da palavra "Disney" (lá em cima) é um disco voador;

-na colerinha de um dos personagens a identificação diz "Bitch 'N, Heat", que quer dizer "Vadia e Gostosa"; o outro detalhe é uma sombra de uma mulher nua na janela; e por último existe o símbolo da revista Playboy em um dos cãozinhos.
Será que depois de ver esse desenho, as crianças respeitarão os pais? 
E triste notar, mas todos os leitores puderam perceber o engano e a subliminar que entra na mente das crianças.

II Tim 3:13
Mas os homens maus e impostores irão de mal a pior, enganando e sendo enganados.

28.1.11

Deus nos ama, e tem um plano maravilhoso para a nossa vida

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna". João 3:16





26.1.11

Cuidado com as reclamações




















Confie...

As coisas acontecem na hora certa.

Exatamente quando devem acontecer!

Momentos felizes, louve a Deus.

Momentos difíceis, busque a Deus.

Momentos silenciosos, adore a Deus.

Momentos dolorosos, confie em Deus.

Cada momento, agradeça a Deus.

24.1.11

O rato e um problema: a ratoeira












 




Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo no tipo de comida que poderia haver ali. Ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado. Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos:

“- Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa!”.

A galinha, disse:

“- Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda”.

O rato foi até o porco e lhe disse:

“- Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira!”.

“- Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser rezar. Fique tranqüilo que o senhor será lembrado nas minhas orações”.

O rato dirigiu-se então à vaca.

Ela lhe disse:

“- O que Sr. Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo?”

“Acho que não!”
Então o rato voltou para a casa, cabisbaixo e abatido, para encarar a ratoeira do fazendeiro.

Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando sua vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia na ratoeira. No escuro, ela não viu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher...

O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre. Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal.

Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la. Para alimentá-los o fazendeiro matou o porco.

A mulher não melhorou e acabou morrendo. Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo.

Esta simples estória pode, com certeza nos ensinar muito. Quantas pessoas já vieram em busca de nosso auxílio? Algumas delas poderiam ser até mesmo nossos amigos ou parentes, e sequer paramos para ouvir atentamente a aflição dessa pessoa. Muitas vezes estamos tão presos às nossas próprias coisas, às nossas próprias necessidades que não estamos nem um pouco preocupados com o bem estar de outrem.

Muitas vezes pensamos isso é meu! É tudo meu! E não queremos dividir nada. Não queremos dar nada! Não queremos nem ouvir a respeito dos problemas dos outros para não nos comprometermos.

E mais ainda, temos em nossa mesquinha e vazia vida, a mania de achar que podemos tudo porque temos uma condição um pouco melhor, ou por estarmos fora da situação daquele que se encontra em uma condição inferior, mas será que estamos, pelo menos, parando para analisar se o problema daquele que está na situação menos cômoda que a nossa também não nos afetará? "Há caminhos que parece certo ao homem, mas no final conduz à morte”. (Provérbios 14:12). Será, que se pelo menos esse não for o caso, estamos prontos para amar de maneira incondicional? Para estender nossa mão àquele que necessita da nossa ajuda? Será que temos o verdadeiro amor de Jesus em nossas vidas? Será que realmente aprendemos de Jesus o egoísmo? "Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, não pode amar a Deus, a quem não viu". (I João 4:20).
Por isso, meu amigo (a), da próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, procure sempre se lembrar que, quando há uma ratoeira na casa, toda a fazenda corre risco. Pense sempre que “O problema de um é problema de todos".

O cristão tem consciência do amor de Deus, pois ele conhece a Deus. O cristão aceitou e confessou Jesus com Salvador e Senhor. "Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele, e ele em Deus. E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem permanece em amor, permanece em Deus, e Deus nele".(I João 4:15-16). E qual é a diferença? O que isso muda? Nisto é aperfeiçoado em nós o amor, para que no dia do juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos também nós neste mundo. No amor não há medo antes o perfeito amor lança fora o medo; porque o medo envolve castigo; e quem tem medo não está aperfeiçoado no amor. (I João 4:18). Ora, e por que nós aprendemos a amar a Deus, a Jesus, aos irmãos em Cristo e também ao nosso próximo? Nós amamos, porque ele nos amou primeiro. Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, não pode amar a Deus, a quem não viu. E dele temos este mandamento, que quem ama a Deus ame também a seu irmão. (I João 4:16-21).

Será que você que leu esta mensagem tem agido como uma daquelas pessoas que não está nem aí para o problema dos outros? Será que você tem o verdadeiro amor de Deus em sua vida? Pense nisso! É necessário conhecer a Jesus para mudar nosso enganoso coração "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer?" (Jeremias 17:9). Para encontrar o verdadeiro amor, nunca é tarde!


Autor: Daniel Borges

23.1.11

Primeiras vezes












Lembro-me da primeira vez que tomei banho de chuva… provavelmente não foi a primeira vez, mas é a primeira memória que tenho de uma experiência como essa. Parece que ainda posso sentir as gotas de chuva escorrendo pelo meu rosto e o sentimento de liberdade que o momento proporcionou. Era livre para correr, pular nas poças barrentas de água, dançar, cantar… Depois disso sempre ficava tentada quando via que chovia lá fora. Queria mais…
Lembro-me da primeira vez que andei de montanha russa. Enquanto o carrinho subia lentamente pelos trilhos íngremes que precedem a grande descida do brinquedo, mal podia conter minha apreensão. Fiz promessas sinceras de que nunca mais iria fazer aquilo. Jurei que, se saísse com vida, iria me devotar a anunciar aos quatro ventos o perigo de tal experiência… Minhas promessas duraram menos que cinco minutos. Assim que saí viva do brinquedo corri para a fila novamente. Queria mais…

Lembro-me da primeira vez que vi meu marido. Jamais podia imaginar que ele era o homem que Deus tinha separado para ser meu companheiro por toda a vida. Mesmo assim, perdi o fôlego… o mesmo fôlego que perdi a primeira vez que ele segurou na minha mão. O mesmo fôlego que me faltou quando ele disse que queria casar comigo. A partir desse momento sabia que nunca iria sair do lado dele. Queria mais…

Lembro-me da primeira vez que vi rosto de meu filho. Foram 9 meses imaginando se ele seria parecido comigo ou com o papai. Foram 9 meses preparando o quarto, as roupinhas, o coração… Enquanto via meu corpo se transformando percebia que eu também estava mudando. Quando vi o rostinho de meu filho pela primeira vez, entendi o que é amor incondicional. Ao segurar seu frágil corpinho em meus braços, sabia que nada no mundo poderia fazer com que o amasse menos. Queria mais…

Lembro-me da primeira vez que me prostrei de joelhos e falei honestamente com Jesus. Disse que queria que Ele viesse morar em meu coração. Supliquei perdão pelos meus pecados e pedi que guiasse minha vida. Naquela noite, Ele me acolheu e abraçou. Essa experiência foi marcante. Depois disso, queria mais… Ele concedeu os desejos do meu coração…

Se você ainda não teve uma experiência pessoal com Jesus, não deixe para depois. Essa será a primeira vez mais significativa de toda sua vida. Se experimentar vai querer mais. É só pedir. Ele vai suprir os desejos de seu coração…


por Carolina Costa Cavalcanti


Foto por Daniela Z.

Como voltar para Deus


















Pr. Stina

Todos os que não colocam a Deus como o centro de sua vida experimentam uma triste solidão.
Mas você pode estar se perguntando: como posso voltar para Deus? Milhões já fizeram a mesma pergunta. Muitos estão insatisfeitos com a vida, frustrados, desiludidos, e não encontram uma saída.
O pecado criou uma barreira. Uma inimizade no coração humano, contra os princípios do Reino do Céu, a ponto de criar até uma revolta, e por isso a pessoa acaba ignorando a Deus e vivendo sem Ele.

O livro de Efésios capítulo 2:12, descreve a infelicidade que existe nesses corações: "Estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo."
O apóstolo Tiago põe cores fortes na linguagem, para descrever a condição natural do ser humano: "Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo, constitui-se inimigo de Deus." Tiago 4:4
Meu amigo, agora você já está sentindo o drama. Está percebendo que a nossa maior necessidade como seres humanos é encontrar o caminho de volta para Deus, o Criador.
E saber por nós mesmos que estamos em paz com o céu, e que entramos em harmonia com os princípios da justiça. Só assim poderemos ser felizes, tendo a paz verdadeira na mente e na alma.
Sabemos que Deus está chamando o mundo de volta a Ele. Esta é a própria essência da Bíblia Sagrada. Até pelo número de vezes em que o amor de Deus está convidando, você pode perceber como é importante irmos na direção de Deus.
Podemos até dizer que as Escrituras Sagradas foram escritas justamente porque Deus deseja ver-nos de volta. Quer ver-nos restaurados à perfeição original e a felicidade que existia antes da entrada do pecado.
O Senhor Jesus contou a história de como um moço voltou para os braços do Pai. Ele ficou conhecido como o filho prodigo. Mas na realidade ele tinha outro irmão. O primeiro deixou o pais, e este permaneceu em casa.

Antes do Senhor contar essa história, alguns sacerdotes e teólogos da época acharam defeito no Senhor porque comia com os pecadores e essas pessoas eram consideradas de classe baixa por eles.
Mas Sua resposta foi: "Eu vos afirmo que há júbilo diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende." Lucas 15:10.
Assim amigo, se você deseja voltar para Deus, se nunca sentiu a paz real, ou se deseja voltar a ter paz, lembre-se que Ele o chama.
Não espere ser bom para depois ir a Deus. Venha a Ele como está. Se nós permitirmos, Ele Se encarregará de arrumar a nossa vida.
Devemos ir a Ele como estamos. Ele nos diz: "Vinde a Mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e Eu vos aliviarei." Mateus 11:28
Mesmo que estejamos sem fé, sem condições, desesperados, rebeldes e sem vontade, se quisermos ouvir, poderemos nos voltar para Ele: Deus nos chama "Voltai, ó filhos rebeldes, eu curarei as vossas rebeliões." Jeremias 3:22
Mesmo que a pessoa não queira voltar, mas gostaria de querer, poderá voltar, porque Deus a ajudará para que isso aconteça. O Espírito Santo sempre vai orientar a pessoa como chegar a Deus, e tudo o que for necessário o Senhor proverá: "E Eu, quando for levantado da terra, atrairei todos a Mim mesmo." João 12:32.
Querido ouvinte, se você abandonou os caminhos de Deus, venha porque Ele está chamando você. Se fez coisas erradas, se desperdiçou oportunidades, se foi ingrato...ou se nunca sentiu o desejo de voltar-se para Deus, venha agora meu filho!
"Acaso pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia nao me esquecerei de ti. Eis que nas palmas da minhas mãos te gravei." Isaías 49:15, 16.
"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho Unigênito para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna." João 3:16

"Hoje se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações." Hebreus 4:7

Que o infinito braço do amor de Deus circunde a você neste momento.

22.1.11

Capitalismo






























 





Sabe, porém, isto, que nos últimos dias sobrevirão tempos penosos;
pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a seus pais, ingratos, ímpios,
sem afeição natural, implacáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, inimigos do bem,
traidores, atrevidos, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,
tendo aparência de piedade, mas negando-lhe o poder. Afasta- te também desses.

2 Timóteo 3:1-5

21.1.11

Clint Eastwood fala com os mortos

















'Outra Vida' é o novo filme de Clint Eastwood, escrito por Peter Morgan ('A Rainha'). O grande actor e realizador americano entra pela primeira vez em território sobrenatural, mas não para assinar uma qualquer história de terror. A sua intenção é usar os mortos para falar dos sentimentos dos vivos.

O pequeno Haley Joel Osment via pessoas mortas em O Sexto Sentido, de M. Night Shyamalan, e via-as com toda a nitidez, ali mesmo ao lado dos vivos. Em Outra Vida, o novo filme de Clint Eastwood (estreia-se hoje), Matt Damon interpreta um homem que tem o dom de divisar o além e comunicar com os mortos, mas um e os outros nunca aparecem bem definidos, já que Eastwood prefere sempre filmá-los como se estivéssemos a ver um canal de televisão impossível de sintonizar com clareza.

Geralmente, quando se mete a falar de mortos e daquilo que poderá estar para lá deste mundo material e perecível, o cinema fá-lo com a intenção de inspirar terror, de visualizar paisagens fantásticas ou de transmitir mensagens religiosas ou espirituais.

Nada disso sucede em Outra Vida, a primeira viagem de Clint Eastwood por território sobrenatural, onde o realizador e o seu argumentista, o inglês Peter Morgan (A Rainha, Frost/Nixon), ambos homens muito mais habituados a lidar com personagens de carne e osso, sejam elas ficcionais ou tiradas à realidade, do que com entidades ectoplásmicas, querem é contar histórias de vivos, usando o mundo dos mortos como um cabide para as pendurar e exibir.

Até mesmo os efeitos especiais, normalmente utilizados no cinema fantástico para dar forma ao invisível ou ao indizível, são manipulados pelo realizador para recriar um fenómeno natural bem concreto: o tsunami do Natal de 2004 no Índico, infinitamente mais aterrorizador do que qualquer fantasma.

O filme conta três histórias paralelas. A de uma jornalista-vedeta da televisão francesa (Cécile de France), que é apanhada pelo tsunami, tem uma experiência de quase-morte em que vê aquilo que julga ser o além, e começa a investigar sobre o tema; a do vidente personificado por Damon, que chama "maldição" ao seu dom de comunicar com o outro mundo e os seus informes habitantes, e recusa voltar a usá-lo para ganhar dinheiro e fama, ante o desespero do irmão; e a de Marcus, um garoto londrino (Frankie McLaren) cujo gémeo é atropelado por uma carrinha.

Fonte: Diário de Notícias

Claro que não reproduzi esta notícia para fazer publicidade a um filme que não faço a mínima intenção de ver. Faço-o para percebermos como cresce cada vez mais este ímpeto de explorar caminhos desde sempre envoltos num mistério insondável que, ao que parece, se transforma agora em algo do domínio comum - já não há estranheza nem especial fascínio pelo assunto, como se estes filmes retratassem o comum dia a dia das pessoas. E, repare bem, são cada vez mais as pessoas tidas como credíveis que se dedicam a isto...

Não tenho dúvidas em afirmar que esta é, tal e qual previsto há mais de 100 anos, uma estratégia muito bem elaborada que pretende levar as pessoas a confiar em rituais que até há bem pouco as assustavam.

Contudo, creio que muito mais veremos nos próximos tempos, que não estão assim tão longe quanto podemos pensar...

Blog O Tempo Final

16.1.11

O amor faz a diferença!



















"Portanto, estejam com a mente preparada, prontos para agir; estejam alertas e coloquem toda a esperança na graça que lhes será dada quando Jesus Cristo for revelado". (1 Pedro 1:13)
Imagine isto: quando Cristo vier pela segunda vez a este planeta, para buscar os seus, que grandioso retorno. Agora, imagine Adão ressuscitando e vendo todos os redimidos. O que será que Adão, o autor da entrada do pecado no mundo, irá pensar? Talvez, o seguinte...
"O que foi que eu fiz?!"
Seria a coisa mais comum de se pensar depois de viver em um mundo sem pecado e deixar a morte entrar por conta de um só ato de irresponsabilidade.
(Maravilhosa é a graça de Deus).
Você e eu estamos no mesmo barco. Temos as mesmas tendências pecaminosas. Por que nos criticarmos então?!
"Jesus, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: Todo reino dividido contra si mesmo será arruinado, e toda cidade ou casa dividida contra si mesma não subsistirá" (Mateus 12:25).
O Reino de Cristo não é dividido. O evangelho do amor perde a força e a boa impressão quando pessoas, que foram criadas para se amar, criticam-se mutuamente.
Os chefes dos sacerdotes e todo o Sinédrio estavam procurando um depoimento falso contra Jesus, para que pudessem condená-lo à morte (Mateus 26:59).
Uma crítica nunca anima os outros, pelo contrário, sempre tem uma ação destrutiva. Tal como os fariseus faziam, "atam fardos pesados e difíceis de carregar e os põem sobre os ombros dos homens, mas eles mesmos com as mãos não querem movê-los" (Mateus 23:1-3).
"Da mesma boca não pode sair benção e maldição... Acaso pode sair água doce e salgada da mesma fonte... este tipo de sabedoria é demoníaca". (Tiago 3:10,11,15).
Seja um verdadeiro cristão.
"Mas a sabedoria que vem do alto é antes de tudo pura; depois, pacífica, amável, compreensiva, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sincera". (Tiago 3:17)
O cristão deve fazer o bem, amar (1 João 4:21; 3 João 11). Quem faz o mal não conhece a Deus. Vamos fazer o bem e fazer desta terra um pedacinho do Céu!



Autor: Rodrigo Nunes Balthazar

14.1.11

Romanos 1















INVENTORES DE MALES

E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;

Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;

Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, INVENTORES DE MALES, desobedientes aos pais e às mães;

Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia;

Os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.

Obs.: Tem gente que vive à usar a mente para “fabricar” tropeços[males] para o próximo.

Editor

13.1.11

Eles criam em Deus

Feliz ânimo novo




















PR. FERNANDO IGLESIAS


Todo fim de ano é sempre assim! Cheio de adivinhos, fazendo previsões para o próximo ano! Numa reportagem feita por uma emissora de televisão antes da copa do mundo de 2002, na primeira semana de junho, quando a copa estava começando, foi gravada uma entrevista com previsões de quatro tipos de adivinhos:


1- Uma taróloga.

2- Um astrólogo.

3- Um babalorixá.

4- Um numerólogo.


Todos eles faziam previsões do que aconteceria na copa de 2002, quando pudemos depois assistir o Brasil sendo Pentacampeão do mundo.


- A taróloga: "Acredito que a Argentina também vai ser uma grande rival nesta Copa do Mundo".

ERRADO! A Argentina caiu na primeira fase.


- O astrólogo - "Dá para dizer, pelo estudo do mapa do Brasil que realmente a seleção dessa vez não vai ganhar o penta. A seleção não tem condições de ir muito longe, não tem condições de ir até a final"

ERRADO!


- O Babalorichá - "Há uma nuvem escura baixando sobre a seleção". E mais, quando perguntado sobre a Argentina, que nesta copa nem chegou a enfrentar o Brasil, caindo na primeira fase, ele jogou os búzios e disse: "Com certeza pode até existir um empate".


- O numerólogo - "Eu mando que o Brasil tenha muito cuidado com a república dos Camarões. A melhor numerologia este ano é a República dos Camarões".

- Tão ERRADO que Camarões caiu logo na primeira fase. E sobre a equipe da Argentina, o numerólogo disse mais: "Pelo que pesquisei, que senti pela vibração da numerologia, estou achando que os Argentinos vão vencer".


Olhar o horóscopo, ou consultar videntes é a maneira mais fácil que alguns encontram de tentar ver um futuro mais brilhante para a vida. Afinal de contas, quem não gostaria de, mesmo se vendo em condições difíceis ou passando por uma situação terrível, avistar um futuro melhor?

Mas que tal, se ao invés de você tentar saber qual será seu futuro, você investir seu tempo e esforços fazendo o seu futuro acontecer melhor?


Roberto era um jovem muito animado. Gostava muito de festas, de bagunça, de futebol. Principalmente de futebol!


ENTREVISTA:


Roberto Mota: - Como todo brasileiro eu sempre gostei muito de esporte, especialmente de futebol. Esse amor, essa paixão pelo futebol com o passar do tempo passou a ser a minha religião. Especialmente quando eu abandonei os caminhos de Deus. E isso fez com que eu me envolvesse com brigas em estádios.

Agora mesmo eu mesmo estando fora da igreja, longe dos caminhos de Deus eu mantinha ainda alguns padrões morais corretos, porque eu era uma pessoa educada. Mas você sabe que a pressão dos amigos sobre nós é muito forte. Os amigos exercem uma influência muito grande sobre nós. Foi quando um amigo, um mau amigo me disse: - Roberto eu sou tímido como você e sabe o que eu faço pra me liberar? Eu tomo um pouco de bebida alcoólica, então porque você não faz assim como eu, porque você não experimenta?

Bem eu disse a ele que nunca havia tomado bebida alcoólica na minha vida, mas ele me influenciou e nós fomos a um barzinho e meu amigo pediu uma cerveja. E a "primeira é sempre de graça!". Pode ser cigarro, maconha, cocaína, a primeira é sempre de graça.

Eu tomei uma dose de bebida, e como nunca havia bebido, eu achei horrível, desceu queimando, era amargo. Mas eu vi que o gosto era ruim mas o efeito era bom, porque eu fiquei mais solto mais leve, mas era apenas o efeito do álcool. E chegou o momento em que eu não conseguia dormir sem tomar dois copos de bebida alcoólica, não eram duas doses, era dois copos cheios, eu havia me tornado um alcoólatra.

O álcool é uma droga poderosa! E como o uso de uma droga pode levar ao uso de uma outra droga, bem isso aconteceu comigo, comecei experimentando maconha, depois passei para a cocaína. Um dia eu havia saído do Colégio Objetivo na Avenida Paulista onde eu estudava, quando eu estava me dirigindo para o Ipiranga, na casa dos meus pais, quando eu desci do ônibus eu vi meus amigos bebendo num barzinho, era um dia comum, um dia de semana eles me chamaram:

O Roberto quanto tempo, vem beber com a gente? Bem eu não queria beber, porque eu não queria chegar em casa cheirando à bebida, porque eu sabia que aquilo ia desgostar ainda muito mais a minha mãe, mas eles insistiram, e eu acabei entrando, e quando eu entrei e nós fechamos as portas do barzinho, porque "ia rolar" coisa muito mais perigosa que álcool ali, tinha lança perfume, maconha e cocaína.

Umas duas horas depois eu sai dali completamente alucinado, andei umas duas ou três quadras, cheguei no meu prédio, subi para o apartamento, nem sei como eu consegui chegar ali. Quando eu entrei, eu caí no carpete e comecei a ter convulsões, estava me debatendo, a minha mãe quando me viu, ela achou que fosse coisa espiritual, porque eu estava á cinco anos fora da igreja, e ela pensava:

Era um problema espiritual sim, eu estava longe de Deus, mas era uma reação químico-biológica, eu estava tendo era um princípio de overdose. Minha mãe achando que fosse um problema espiritual ao invés de ir procurar um médico, foi procurar o pastor, só que como o pastor do Ipiranga estava viajando, ela foi à casa do pastor de São Caetano e demorou muito.

Os efeitos das drogas passaram e eu acordei, estava sentindo dores terríveis no corpo inteiro, estava deitado no chão, sobre uma poça do meu próprio vômito, estava um cheiro horrível. Foi quando eu conversei comigo mesmo:

- Meu Deus como eu pude ir tão longe!

Ouvi também uma voz como que falando na minha consciência dizendo:

- Roberto você sabia o que devia ter feito e não fez, realmente você foi longe demais, você está sozinho, todos te abandonaram! Cadê os seus pais, cadê seus amigos, os irmãos da igreja, o pastor. Bem o melhor que você poderia fazer seria por um fim a tudo isso, porque você não se mata?

E eu atendi aquela voz Satânica, olhei para a janela e resolvi pular pela janela, eram 11 andares, com dificuldade me levantei, e tomei um impulso, e cai, só que não sei se ainda era o efeito da droga, eu calculei errado e bati no parapeito da janela e cai para trás de volta no carpete, e agora a minha situação estava pior, estava com dores mais fortes ainda. Ali eu cheguei ao ápice do meu desespero, a voz insistia:

- Que você é maconheiro, patife, sem vergonha eu sabia, mas covarde, vamos lá eu te dou um empurrãozinho, eu te dou uma força!

Eu procurava uma luz no fim do túnel e não via nada, foi então que eu decidi por fim a própria vida!

Vou interromper um pouquinho a narrativa do Roberto, você viu como ás vezes a nossa vida nos apresenta situações difíceis como esta. Problemas difíceis, terríveis! E vemos um futuro mais terrível ainda!

O engraçado é que o tempo passa. Mas as coisas não mudam muito! A gente só fica mais velho, e apesar de termos passado por muitos problemas, o próximo problema sempre parece ser o pior do mundo, e continuamos sentindo aquela sensação de que nunca, nada pior poderá acontecer!

Hoje por exemplo, que momento você está vivendo? Que rumo tem tomado a sua vida? Decisões tomadas no passado em momentos críticos transformaram você em um prisioneiro do futuro? Há uma doença, ou um vício adquirido que faz com que você veja cada vez menos esperança para o seu futuro? Você está passando hoje pela pior crise da sua vida? Existe uma saída? Uma luz no fim do túnel?

Jader é um famoso compositor Gospel. Seu talento, indiscutível! Uma das coisas que ele mais queria era ter um filho. Mesmo antes de ser pai havia escrito lindas músicas que descreviam o relacionamento entre pai e filho.

Agora estava passando por uma excelente fase na vida. Tinha realizado o seu maior sonho: ter um filho.

De repente, o inesperado - Um exame revelou que ele estava com câncer.


ENTREVISTA:


Jader Santos: - Quando a minha esposa ficou grávida foi um momento muito especial para nós dois, e quando ele nasceu no dia 24 de Maio de 1996 foi uma experiência muito linda, agente aproveitou o máximo aquele momento. Agora quando veio a noticia que eu estava com câncer, a primeira coisa que passou pela minha cabeça foi:

- E agora o que vai ser da minha esposa e do meu filho?

Eu nunca havia pensado que isso um dia poderia acontecer comigo! Ás vezes agente pensa na probabilidade de um acidente, mas câncer eu nunca havia pensado nisso. Mas eu tive que me deparar coma realidade. E então eu conversei honestamente com Deus:

- Senhor eu tenho feito um trabalho na sua causa, gosto do que faço, e se o Senhor quiser me preservar a vida eu estou entregue nas Tuas mãos. O trabalho que realizo é um trabalho, é um ministério, que tem que ser levado com seriedade, então outra coisa que acontece é que a agente começa também a olhar pra traz, a procurar a causa, a perguntar, e a gente é tentado a pensar:

- O que eu fiz na minha vida? Será que eu fiz alguma coisa errada? Será que Deus está me castigando?

Bem outra coisa que eu percebi é que o meu relacionamento famílias ficou mais estreito, mais próximo.

A minha esposa foi muito firme, muito forte e aprendi também que as pessoas que nos ama, são sofrem mais que a gente mesmo.

Em certos momentos eu tinha pena do que eles estavam passando, e isso mais do que mim mesmo, isso aproxima bastante a gente.

Depois o Jader continua com a sua história...

Algumas vezes tenho parado diante de textos bíblicos com uma tremenda interrogação em minha mente!

Algumas vezes fiquei incomodado ao ler Mateus 26:39. Sabe o que diz ali? "Senhor, se possível, passa de mim este cálice"!

Que pedido é este? Eu tenho que confessar que eu gosto muito mais quando estou vendo o Senhor mandando que os ventos e as ondas do mar se acalmem e aquietem-se. Prefiro imaginar o Senhor ressuscitando a filha de Jairo e curando todos aqueles leprosos. Gosto de assistir com a minha mente a cara de todas aquelas cinco mil pessoas que, aos poucos, se viram alimentadas por cinco pães e 2 peixinhos! Isto sim é comportamento de um Deus! Mas, pedir a Deus que, se possível, ajude-o a não ter que sofrer?

Eu confesso que me sinto assim muitas vezes! Eu me coloco em situações terríveis e depois acabo tendo que sofrer conseqüências daquilo que eu mesmo plantei. Eu sei que tantas vezes procurei ao Senhor Deus pedindo que me livrasse de situações que eu mesmo havia criado para mim. Mas, não com Jesus! Afinal de contas, Ele é Deus!

Foi Ele quem convocou uma reunião da Trindade pra planejar a criação do Planeta Terra. Foi Ele quem se ofereceu para morrer pelo homem, caso o homem se rebelasse contra Ele. Foi Ele mesmo quem ordenou para que este mundo se formasse e foi através dele que todas as coisas se fizeram neste mundo.

Foi o poder de sua voz que declarou: "Haja Luz!" Gênesis 1:3. Foi Ele quem se debruçou sobre aquele boneco de barro e pela vida que está nele, fez surgir vida da não vida!

E agora, justamente agora na hora de pagar a dívida com o universo o Senhor dos Senhores, o Rei dos Reis faz uma oração assim? "Passa de mim este cálice"!

Sim, eu sei que eu mesmo já orei assim várias vezes! Eu reconheço que nem deveria estar pensando o que penso. Mas eu posso me sentir assim: num túnel sem saída, ou até mesmo no fundo do poço, afinal de contas eu sou mesmo pecador. Mas Jesus não! Ele é aquele á quem os demônios temem! Ele é aquele a quem João Batista chamou de "O Cordeiro de Deus".

Que coisa maravilhosa! Sim! É assim mesmo que vejo ao Senhor Jesus! "O Cordeiro de Deus".

Quase até posso ouvir João dizendo estas palavras. Posso vê-lo levantando os olhos e apontando para Jesus e proclamando em voz alta: "Eis o cordeiro de Deus"...

Mas, sabe de uma coisa? Na maioria das vezes as respostas das coisas mais complicadas da vida estão bem aí na frente dos nossos olhos e nós é que não conseguimos enxergar! É sim! Da mesma maneira quando Maria, na porta do túmulo, no primeiro dia da semana, o dia da ressurreição, perguntava chorando ao jardineiro onde haviam posto o corpo de Jesus morto, sem perceber que o jardineiro era Jesus. Mas Jesus vivo! Ressuscitado!

Assim, quando depois de algum tempo se perguntando e até duvidando de que talvez exista uma resposta, você se depara com uma resposta tão perto de você, algo lindo acontece!

Sim, porque pra quem gosta tanto de um Jesus forte, apresentado como o cordeiro de Deus, bastaria ler o que diz o restante do verso: "...que tira o pecado do mundo". João 1:29.

Eu mesmo só lia estas palavras. Pra dizer a verdade, nunca sequer havia meditado nelas!

Eu nunca havia pensado que para tirar o pecado do mundo o Senhor tivesse que tocá-lo, como quem limpa o lixo da rua! Nunca pensei que em algum momento da sua vinda aqui a esta Terra o Senhor tivesse que ser tocado também pelo pecado!

Sim, foi um momento terrível!


Eu sei que foi terrível porque várias vezes fui tocado pelo pecado! E confesso que as marcas e o cheiro que ele deixou não foram nada agradáveis! Quando penso nisto meu coração treme de medo!

Algumas vezes o pecado me jogou no abismo, me feriu, acabou com a minha vida e tirou por alguns momentos toda a minha esperança!

Sabe é por isso que já não soa estranho um Deus que, carregando os meus pecados não consegue enxergar o fim do túnel! Pelo contrário! É maravilhoso ter um Deus que não está distante de mim, sentado no céu, mas que sabe exatamente o que se passa comigo quando me sinto desamparado!

Só com uma diferença: - Eu mereço me sentir assim, o Senhor Jesus não mereceu!

E ainda bem que aquele dia não foi o último! Porque depois da agonia veio a felicidade! Depois da morte veio a ressurreição! Depois da sepultura, veio a coroa! Acabou o túnel, e a luz estava ali!


JADER: - Uma coisa que eu mais gosto de fazer é compor, fazer uma música nova, mas nessa fase da minha doença. Parece que agente fica tão envolvido com a doença, que esquece das outras coisas, eu havia deixado de compor, foi a minha esposa que me chamou a atenção pra isso: - Meu amor você nunca mais fez uma música nova!

E eu cai na realidade, eu percebi o quanto eu estava sendo injusto com Deus, Ele me deu o talento para usar para Ele e eu não estava usando, eu não sabia quanto tempo ia demorar, eu ia ficar esperando um milagre, sendo que eu poderia compor e aquilo poderia ser um benefício tão grande para outras pessoas. Eu resolvi então mudar de atitude. E então eu fiz a música "Escolhi Louvar Teu Nome". Os resultados não eram os esperados, eu estava lutando já á bastante tempo com a doença, e eu fiz um plano com Deus:

- Eu vou louvar ao Senhor em qualquer circunstância, não vou ficar esperando um milagre pra poder agradecer, eu vou agradecer desde já. E depois de um ano houve um resultado bastante expressivo, uma redução tumoral de 60%.

E hoje depois de cinco anos, que é o tempo que os médicos dizem que é o período de observação, existe uma grande probabilidade do câncer não voltar. O tumor que tinha uns 9 a 10 centímetros por seis e meio, é apenas um nódulo de 2 centímetros, não sumiu totalmente mais houve uma "calcificação periférica", Faz dois meses eu fiz um exame e a minha médica disse que o problema está praticamente resolvido.

Foi essa a maneira que o Jader descobriu de achar força em Deus pra vencer uma doença terrível, mas e alguém que esteve mergulhado no mundo das drogas, um viciado, será que Roberto também conseguiu alguma coisa boa para a sua vida?


ROBERTO MOTA: - Quando eu me levantava disposto a pôr fim da minha vida apareceu um outro personagem eu ouvi uma voz suave, meiga, gentil que me disse:

- Roberto! Você sabia o que era certo, conhecia a verdade, mas você se desviou, esta no fundo do poço do pecado, mas saiba de uma coisa, eu odeio o pecado mas amo o pecador. Por sua causa me deram tapas no rosto, e eu suportei a humilhação por amor a você.

- Sabe Roberto, Me deram chicotadas nos ombros, e eu suportei a dor por amor a você e por todos os pecadores.

- Sabe Roberto, pregaram as minhas mãos e os meus pés sobre uma cruz, e quando os soldados levantaram aquela cruz e a colocaram com toda a força no chão, o peso do meu corpo cedeu sobre os pregos sobre a dor foi terrível, mas eu suportei por amor a você.

- Sabe Roberto, Eu morri de braços abertos e continuo de braços abertos, porque eu ressuscitei. Não importa quão pecador você seja, quão longe você tem andado, o meu sangue é suficientemente para purificar você de todos os seus pecados e para te perdoar transformar e te fazer naquilo que eu quero que você seja.

Quando eu ouvi a voz de maravilhosa de Cristo, quando eu tive um reencontro com Jesus, eu disse:

- Senhor eu vou Te servir para todo sempre.

Jesus estava me dizendo o que está em João 8:11. "Os teus pecados estão perdoados, portanto: vá e não peques mais". Eu me levantei e hoje para a honra e glória de Deus eu sou um ministro do evangelho.

Sabe, não importa se os seus sonhos estão frustrados, se você não encontra mais ânimo para lutar, se você passou a vida toda depositando sua confiança em pessoas, religiões ou métodos errados. Jesus hoje gostaria de dar a você as forças de que você necessita para rir e pular agora que os seus castelos desmoronaram. Não importa o quanto você já sofreu até hoje, nem o quanto ainda possa estar pela frente. Aquele que sabe o que é sofrer, padecer, é o único que se aproxima de você com voz mansa e suave e diz: "Não deixe seu coração se preocupar, neste mundo você vai ter aflições, mas tenha bom ânimo, eu venci o mundo!" João 16:33.


O que você vai fazer com este convite de Jesus? Eu quero sugerir: Abra agora seu coração e: "Feliz ânimo novo!"


Jader Santos: - O que eu aprendi é que a gente pode transformar uma coisa desagradável em benção pra vida da gente, eu posso dizer que hoje eu vivo com mais plenitude, com mais alegria, mais tranqüilidade e mais qualidade de vida, com mais curtição, então Deus me deu um presente.


Roberto Mota: - Houve uma mudança radical na minha vida e é claro que ninguém precisa descer no fundo do poço pra poder mas isso me ajuda a entender o que os jovens passam e saber como ajudá- los, eu sei o que eles passam, o que a família de um alcoólatra, de um drogado sofre, então meu ministério é mais voltado para o tipo de pessoas que tiveram a vida parecida com a minha.

Você não acha que é maravilhoso saber que o seu futuro não está escrito nas estrelas, que Deus te dá uma te dá uma segunda, uma nova chance, Você pode fazer o seu futuro se você se achegar hoje a Jesus então eu gostaria de te convidar pra nos dois nos aproximarmos mais de Jesus, vamos falar com Ele.


Bem Chegou o momento de dizer até logo, este é o fim da nossa palestra, mas é o começo de uma nova vida, com muito mais ânimo pra você e lembre-se:

"Está Escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que procede da boca de Deus". Mateus 4:4.

Oração

Querido Senhor, tantas vezes na nossa vida procuramos caminhos que não são os melhores. Tantas vezes o futuro se apresenta escuro pra nós, não podemos enxergar lá na frente. Mas Senhor!

Temos a certeza que hoje no presente, se estendermos a mão a sua mão vai estar estendida para pegar a nossa.

Obrigado Senhor porque um dia o Senhor se ofereceu e lavou os meus pecados. Porque naquele dia mesmo o Senhor não conseguindo enxergar o futuro, porque o Senhor estava com o peso do pecado de todo mundo, com o peso dos meus pecados, o Senhor venceu e me mostra hoje o caminho, a saída pra salvação.

Toma Senhor a mão desta pessoa que está lendo esta palestra que está também necessitando do Senhor.

Te pedimos em Nome de Jesus.

Amém.

Quem mais seria capaz?















De ressuscitar os mortos?

Mateus 9:18 Enquanto ainda lhes dizia essas coisas, eis que chegou um chefe da sinagoga e o adorou, dizendo: Minha filha acaba de falecer; mas vem, impõe-lhe a tua mão, e ela viverá.
Mateus 9:19 Levantou-se, pois, Jesus, e o foi seguindo, ele e os seus discípulos.
Mateus 9:23 Quando Jesus chegou à casa daquele chefe, e viu os tocadores de flauta e a multidão em alvoroço,
Mateus 9:24 disse; Retirai-vos; porque a menina não está morta, mas dorme. E riam-se dele.
Mateus 9:25 Tendo-se feito sair o povo, entrou Jesus, tomou a menina pela mão, e ela se levantou.
Mateus 9:26 E espalhou-se a notícia disso por toda aquela terra.

De andar sobre as águas?

Marcos 6: 47-51

De fazer o surdo ouvir?

Marcos 7: 32,35-37

De fazer o cego enxergar?

Marcos 8:22 Então chegaram a Betsaída. E trouxeram-lhe um cego, e rogaram-lhe que o tocasse.
Marcos 8:23 Jesus, pois, tomou o cego pela mão, e o levou para fora da aldeia; e cuspindo-lhe nos olhos, e impondo-lhe as mãos, perguntou-lhe: Vês alguma coisa?
Marcos 8:24 E, levantando ele os olhos, disse: Estou vendo os homens; porque como árvores os vejo andando.
Marcos 8:25 Então tornou a pôr-lhe as mãos sobre os olhos; e ele, olhando atentamente, ficou restabelecido, pois já via nitidamente todas as coisas.

De multiplicar pães?

João 6: 9-14

De controlar os espíritos malignos?

Marcos 1:23 Ora, estava na sinagoga um homem possesso dum espírito imundo, o qual gritou:
Marcos 1:24 Que temos nós contigo, Jesus, nazareno? Vieste destruir-nos? Bem sei quem és: o Santo de Deus.
Marcos 1:25 Mas Jesus o repreendeu, dizendo: Cala-te, e sai dele.
Marcos 1:26 Então o espírito imundo, convulsionando-o e clamando com grande voz, saiu dele.

De saber tudo a respeito de um desconhecido?

João 4: 6-7,16-18,28-29 e 39

De perdoar pecados?

Marcos 2:3-12

De ressurgir dentre os mortos?

Mateus 28:2 E eis que houvera um grande terremoto; pois um anjo do Senhor descera do céu e, chegando-se, removera a pedra e estava sentado sobre ela.
Mateus 28:3 o seu aspecto era como um relâmpago, e as suas vestes brancas como a neve.
Mateus 28:4 E de medo dele tremeram os guardas, e ficaram como mortos.
Mateus 28:5 Mas o anjo disse às mulheres: Não temais vós; pois eu sei que buscais a Jesus, que foi crucificado.
Mateus 28:6 Não está aqui, porque ressurgiu, como ele disse. Vinde, vede o lugar onde jazia;
Mateus 28:7 e ide depressa, e dizei aos seus discípulos que ressurgiu dos mortos; e eis que vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis. Eis que vo-lo tenho dito.

De dar-nos uma nova vida?

João 3:3 Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.
João 3:4 Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? porventura pode tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?
João 3:5 Jesus respondeu: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.
João 3:6 O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.
João 3:7 Não te admires de eu te haver dito: Necessário vos é nascer de novo.
João 3:8 O vento sopra onde quer, e ouves a sua voz; mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito[Santo].

Quem mais seria capaz de fazer tudo isto?
- Ninguém, somente Jesus Cristo!

Foi assim que Deus manifestou o seu amor entre nós; enviou o seu Filho Unigênito ao mundo, para que pudéssemos viver por meio dEle. Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que Ele nos amou e enviou o seu Filho como propiciação por nossos pecados. 1 João 4: 9-10
Jesus disse: Esta é a vida eterna: que te conheçam, o Único Deus Verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste. João 17:3

Você deseja saber mais?

Leia a Bíblia Sagrada, começando pelo Novo Testamento. Você aprenderá muito mais sobre a pessoa de Jesus Cristo e como Ele pode mudar, radicalmente, a sua vida.

NVI

Minha declaração de Amor: Já passou dois mil anos desde que O Deus Conosco esteve aqui nessa terra. E ainda hoje o Cristianismo é como um fogo na alma daqueles que amam A VERDADE. A VERDADE é Jesus. Não perca tempo com esse mundo inútil, venha caminhar com Jesus. Sentir a Presença de Cristo é algo que não existe palavras para explicar, ultrapassa os limites do vocábulo humano.

Admin.

Lutero

Adivinhos
















Ser cartomante é proíbido por Deus. A Bíblia diz em Deuterenômio 18:9-13 “Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te dá, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos. Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti. Perfeito serás para com o Senhor teu Deus.”
Só Deus é que sabe o futuro. A Bíblia diz em Isaías 8:19 “Quando vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os feiticeiros, que chilreiam e murmuram, respondei: Acaso não consultará um povo a seu Deus? acaso a favor dos vivos consultará os mortos?”

O problema do mal






Obs.: Noção das coisas boas e de Cristo.

As escolhas

A história se repete

O mundo está sendo preparado para a crise final. Os meios de comunicação têm sido um instrumento para isso. E o paralelo com a época do surgimento do nazismo representa um alerta ainda maior.

Em 1943, a Walt Disney lançou um curta-metragem de propaganda antinazista, no qual uma raposa fazia o papel de Hitler e enganava o galinho Chicken Little que, desprovido do mínimo de análise crítica, acabava contribuindo para o extermínio das outras aves do galinheiro...

O controle da mente humana

Na luta pelo controle da mente humana a mídia pode ser um instrumento tanto para o bem quanto para o mal. Atualmente, nossa mente tem sido bombardeada com mensagens provenientes de Hollywood que caracterizam o Salvador como alguém que em verdade não é. Essas mensagens aparecem de forma subliminar, ou mesmo, explicitamente.

A mente infantil é o alvo principal.

Sem perceber, as crianças são doutrinadas com ensinos diabólicos os quais fazem do inimigo, do destruidor, um ser injustiçado e um "pobre coitado". Ao mesmo tempo, fazem do Bem, do Perfeito, alguém esnobe, metido, convencido, e que se acha o melhor de todos. Com muita arrogância e pouco amor.

Repare na chamada de mais um filme infantil que, claramente, apresenta uma torta ilustração do grande conflito entre o bem e o mal. Cada detalhe, cada cena, cada frase foram planejadas para aludir à história da queda de Lúcifer e seus seguidores e sua vontade de atrair para si os seguidores dAquele que realmente tem mais poder.

<a href="http://video.msn.com/?mkt=pt-br&from=sp&vid=40f6eeae-4364-4ac1-bae4-8067f6578be9" target="_new" title="Exclusivo: trecho de 'Megamente'">Video: Exclusivo: trecho de 'Megamente'</a>

Agora compare o enredo e os personagens do filme com a Revelação:

O Megamente:

"A testa [de Lúcifer] era alta e larga, demonstrando grande inteligência". A História da Redenção, p. 13.

"Eu via Satanás, como raio, cair do Céu." Lc. 10:18. [Repare o símbolo de raio e/ou luz na roupa do Megamente]

"O povo de Deus não encontrará sua segurança na operação de milagres; pois Satanás imitará os milagres que forem operados". Eventos Finais, p. 169. [Repare na cena em que o ser azul chega na escola e encontra com o "senhor perfeitinho": a narração é um desdém aos "fãs babões" - seus seguidores - que se deixam ser "comprados por exibições exageradas". Em seguida ele planeja a imitação.

O Sr. Perfeitinho:
[Neste caso, o filme mostra sempre o contrário da Revelação]

"Um compassivo Criador, sentindo terna piedade por Lúcifer e seus seguidores [no céu], procurava fazê-los retroceder do abismo de ruína em que estavam prestes a imergir". Patriarcas e Profetas, p. 40.

"Seu caráter era absolutamente perfeito, isento da mais leve mancha de pecado. Ele veio como expressão do perfeito amor de Deus, não para esmagar, não para julgar e condenar, mas para sanar todo caráter fraco e defeituoso, para salvar homens e mulheres do poder de Satanás". Beneficência Social, p. 54.

[Dessa forma, as crianças são doutrinadas e influenciadas a desconfiar do Bom Deus]:

"Satanás exulta quando pode levar os filhos de Deus à incredulidade e ao desalento. Deleita-se em ver-nos desconfiando de Deus, duvidando de Sua boa vontade e poder de salvar-nos. Apraz-lhe fazer-nos pensar que as providências do Senhor visam a prejudicar-nos. É a obra de Satanás representar o Senhor como falto de compaixão e piedade. Deturpa a verdade a Seu respeito. Enche a imaginação de idéias errôneas relativamente a Deus e, em vez de fixarmos a mente na verdade quanto a nosso Pai celeste, muitas vezes a demoramos nas falsidades de Satanás, e desonramos a Deus desconfiando dEle, e contra Ele murmurando. Satanás busca sempre tornar a vida religiosa sombria. Deseja que se nos afigure trabalhosa e difícil; e, quando o crente, em sua vida, faz aparecer sua religião sob esse aspecto, está, por sua incredulidade, confirmando a mentira de Satanás". Caminho a Cristo, p. 116.

(Colaboração: Gabriel A. dos Santos)

Minuto Profético

O espiritismo perante a Bíblia




















Com seus 170 milhões de habitantes, mais de 70% declarando-se católicos-romanos, o Brasil é considerado demograficamente o maior país católico do mundo. Não obstante, entre os brasileiros, uma religião que cresce extraordinariamente é o espiritismo.
Isto se dá tanto em sua forma refinada, chamada de Kardecismo (pautando os seus ensinos e práticas segundo os escritos de Allan Kardec, chamado de (“codificador do Espiritismo”), também conhecido como “alto espiritismo”, como em sua forma popular, ou “baixo espiritismo”, com elementos oriundos do espiritismo de Kardec, do animismo indígena e africano, e do próprio catolicismo-romano.
É fato bem sabido ser comum que pessoas de formação católica freqüentam as reuniões espíritas, tanto do chamado “alto” quanto do “baixo espiritismo”. Assim, aos domingos assistem à missa, e em outros dias da semana participam regularmente de sessões espíritas. Com isso, alguns chegam a alegar que o Brasil não é mais exatamente “o maior país católico do mundo”, vindo a ser talvez o maior país espírita do planeta!
Ocorre, nesse aspecto, um verdadeiro sincretismo religioso que atrai pessoas adeptas da própria religião principal, o catolicismo, quanto aqueles que se empolgam com as teorias kardecistas. É o caso da Umbanda, Quimbanda ou Candomblé, praticado nas mais diversas regiões do país, com participação tanto de pessoas humildes e sem cultura, quanto de figurões da política e das artes. Nessas religiões, os santos da Igreja Católica recebem nomes diferentes, e são identificados e cultuados como deuses da mitologia desses cultos.
Mas não é só no Brasil que esse fenômeno pode ser testemunhado. Nos Estados Unidos, as seitas e crenças exóticas, inspiradas em filosofias orientais que contêm muitos elementos do espiritismo clássico, vêm tendo crescente aceitação nestas últimas décadas. Os próprios jovens oriundos do movimento hippie adotaram em massa as religiões da Índia, China e Japão, de onde procedem alguns dos alicerces do espiritismo moderno. Uma famosa ex-artista de Hollywood passou a escrever livros defendendo teses de reencarnação e comunicação com os mortos, popularizando ainda mais tal filosofia.
Num giro pela Europa em uns anos passados, observei publicidade em estações de rádio na Itália e França proclamando as virtudes de certos indivíduos dotados de capacidade supostamente sobrenatural, inclusive com acesso aos que morreram, para ajudar os que precisam de ajuda, obviamente mediante pagamento.


Os Princípios Básicos da Fé Espírita


Alegando não se tratar meramente de religião, mas ser três coisas — religião, filosofia e ciência — o espiritismo prega a caridade como básica para o aprimoramento do indivíduo em preparação para uma vida superior no além.
Tendo por fundamento a idéia da reencarnação e, subjacente a ela, a da imortalidade da alma, os espíritas ensinam que o corpo não passaria de uma prisão material da verdadeira essência do indivíduo, sua alma, ou espírito. E segundo o admitido princípio da evolução, o homem vai superando gradativamente suas deficiências e purificando-se, através de muitas vidas sucessivas, em diferentes épocas e mesmo formas, até chegar à pureza absoluta. Nessa linha de pensamento, os que vivem agora em sofrimento é porque certamente foram maus na vida pregressa e estão sendo refinados para uma existência superior e mais feliz numa outra vida.
O espiritismo também promove a consulta aos que morreram, como não só uma possibilidade real, mas um privilégio a qualquer pessoa que consiga recorrer a seus médiuns, que seriam indivíduos superdotados com a capacidade de evocar os espíritos dos que se foram, atraindo-os mesmo à visão dos que os busquem.
Tendo elementos do cristianismo e de outras religiões antigas, os espíritas chegam a citar a Bíblia como base de tais idéias. Mas o Mestre Jesus é tido por um grande filósofo, como outros grandes fundadores de religiões e promotores de idéias revolucionárias—a exemplo de Buda, Maomé, Confúcio, etc.—e guru de superior intelecto e espiritualidade.
Quando Jesus se entrevista com o líder judaico Nicodemos e lhe diz — “importa-vos nascer de novo” (João 3:7), os espíritas não têm dúvida de que isto representa a reencarnação sendo admitida pelo Cristo. O problema nessa concepção é o costume de partir de idéias preconcebidas como premissa básica e buscar a comprovação para tais idéias em qualquer trecho que tenha a mais leve referência a elas, mesmo indireta.

João 3:7
7 “Não te admires de eu te haver dito: Necessário vos é nascer de novo.”


Respeitando o Contexto


Alguém já disse que um texto fora do contexto não passa de um pretexto. Se o estudioso do assunto se der ao trabalho de examinar os ensinos de Cristo globalmente, em lugar de apanhar segmentos isolados que aparentemente lhe favoreçam a idéia, não encontrará harmonia de Seus ensinos com o que pregaram os mestres do passado a respeito da morte.
Cristo fala em ressurreição, não reencarnação. A própria idéia de “novo nascimento” é tornada clara no verso 5 ao Jesus falar em “nascer da água”. Tendo por base um costume já existente entre os judeus de uma lavagem purificadora para indicar renovação espiritual, fica claro pelo contexto literário e histórico que a referência é ao batismo, simbolizando a morte para a vida pecaminosa, e um renascer para nova vida segundo o Espírito de Deus. O apóstolo Paulo tornou isto bem claro em Romanos, capítulo 6.

João 3:5
5 “Jesus respondeu: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.”

A evidência de que ressurreição não é o mesmo que reencarnação se acha nos relatos dos Evangelhos ao descreverem como Jesus miraculosamente trouxe de volta à vida pessoas que haviam exalado o último suspiro. Há o episódio da filha de Jairo, do filho da viúva de Naim, e, de modo destacado, a volta à vida de seu amigo Lázaro, que já estava sepultado há quatro dias e até “cheirava mal”, todos sobrenaturalmente trazidos de volta à vida por Jesus, com seus mesmos corpos (ver Lucas 8: 41-56; 7: 11-16; João, cap. 11).
Portanto, por uma questão de coerência, uma vez que se recorra à Bíblia como documento comprobatório de uma tese, todo o seu contexto deve ser levado em conta para validar ou negar a idéia.

Lucas 8: 41-56
41 “E eis que veio um homem chamado Jairo, que era chefe da sinagoga; e prostrando-se aos pés de Jesus, rogava-lhe que fosse a sua casa;
42 porque tinha uma filha única, de cerca de doze anos, que estava à morte. Enquanto, pois, ele ia, apertavam-no as multidões.
43 E certa mulher, que tinha uma hemorragia havia doze anos [e gastara com os médicos todos os seus haveres] e por ninguém pudera ser curada,
44 chegando-se por detrás, tocou-lhe a orla do manto, e imediatamente cessou a sua hemorragia.
45 Perguntou Jesus: Quem é que me tocou? Como todos negassem, disse-lhe Pedro: Mestre, as multidões te apertam e te oprimem.
46 Mas disse Jesus: Alguém me tocou; pois percebi que de mim saiu poder.
47 Então, vendo a mulher que não passara despercebida, aproximou-se tremendo e, prostrando-se diante dele, declarou-lhe perante todo o povo a causa por que lhe havia tocado, e como fora imediatamente curada.
48 Disse-lhe ele: Filha, a tua fé te salvou; vai-te em paz.
49 Enquanto ainda falava, veio alguém da casa do chefe da sinagoga dizendo: A tua filha já está morta; não incomodes mais o Mestre.
50 Jesus, porém, ouvindo-o, respondeu-lhe: Não temas: crê somente, e será salva.
51 Tendo chegado à casa, a ninguém deixou entrar com ele, senão a Pedro, João, Tiago, e o pai e a mãe da menina.
52 E todos choravam e pranteavam; ele, porém, disse: Não choreis; ela não está morta, mas dorme.
53 E riam-se dele, sabendo que ela estava morta.
54 Então ele, tomando-lhe a mão, exclamou: Menina, levanta-te.
55 E o seu espírito voltou, e ela se levantou imediatamente; e Jesus mandou que lhe desse de comer.
56 E seus pais ficaram maravilhados; e ele mandou-lhes que a ninguém contassem o que havia sucedido.”

Lucas 7: 11-16

11 “Pouco depois seguiu ele viagem para uma cidade chamada Naim; e iam com ele seus discípulos e uma grande multidão.
12 Quando chegou perto da porta da cidade, eis que levavam para fora um defunto, filho único de sua mãe, que era viúva; e com ela ia uma grande multidão da cidade.
13 Logo que o Senhor a viu, encheu-se de compaixão por ela, e disse-lhe: Não chores.
14 Então, chegando-se, tocou no esquife e, quando pararam os que o levavam, disse: Moço, a ti te digo: Levanta-te.
15 O que estivera morto sentou-se e começou a falar. Então Jesus o entregou à sua mãe.
16 O medo se apoderou de todos, e glorificavam a Deus, dizendo: Um grande profeta se levantou entre nós; e: Deus visitou o seu povo.”

Jesus citava repetidamente o Antigo Testamento, que era a Escritura vigente em Seu tempo. Reconhecia sua autoridade como livro histórico e como um manual de instrução da vida prática, e fonte de doutrina religiosa. No Antigo Testamento fala-se sobre a ressurreição, não reencarnação, havendo uma detalhada descrição da ressurreição em Ezequiel 37. É por demais claro que a idéia da imortalidade da alma não encontra apoio ali (ver Ecles. 9:5, 10; Sal. 146:3,4). Igualmente, a prática comum do espiritismo de consultar os mortos, muito difundida entre os povos antigos que circundavam Israel, é claramente condenada nas Escrituras (ver Êxodo 22:18 e Deuteronômio 18:11-14).

Ecles. 9:5, 10;
5 “Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco têm eles daí em diante recompensa; porque a sua memória ficou entregue ao esquecimento.
10 Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças; porque no Seol, para onde tu vais, não há obra, nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.”

Sal. 146:3,4
3 “Não confieis em príncipes, nem em filho de homem, em quem não há auxílio.
4 Sai-lhe o espírito, e ele volta para a terra; naquele mesmo dia perecem os seus pensamentos.”

Êxodo 22:18
18 “Não permitirás que viva uma feiticeira.”

Deuteronômio 18:11-14
11 “nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos;
12 pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti.
13 Perfeito serás para com o Senhor teu Deus.
14 Porque estas nações, que hás de possuir, ouvem os prognosticadores e os adivinhadores; porém, quanto a ti, o Senhor teu Deus não te permitiu tal coisa.”

O profeta Isaías, muitos séculos depois que as leis de Moisés foram proclamadas, exorta o povo de Israel a não contaminar-se com ritos religiosos dos povos pagãos que os rodeavam (Isaías 8:19, 20).

(Isaías 8:19, 20).
19 “Se disserem: Consultai os encantadores e os adivinhos, que sussurram falando, responde: Não consultará o povo ao seu Deus? Consultará os mortos pelos vivos?
20 À lei e ao testemunho! Se eles não falarem conforme a esta palavras, é porque não têm iluminação”.


Evolução ou Salvação?


Uma das premissas fundamentais do espiritismo— no que se revelaria o seu aspecto de ciência — é a teoria da evolução das espécies. Sabe-se hoje que as posições evolucionistas, popularizadas a partir de Darwin no século XIX— têm sido cada vez mais disputadas. Não se tem podido demonstrar a existência de “elos perdidos” que comprovariam que o homem procede de formas inferiores, e os descobrimentos da Astronomia têm lançado dúvidas sobre as teorias da origem do universo.
Crer que o homem está sempre evoluindo por meio da reencarnação produz uma dúvida difícil de responder: Como se explica o aumento do crime, da corrupção, do divórcio, das intrigas políticas, do consumo de drogas, do suicídio e do desamor em geral, quando tudo isso contradiz a idéia de que a humanidade está evoluindo moral e espiritualmente há séculos e milênios?
Finalmente, a idéia de praticar obras para ganhar a aceitação de Deus e merecer uma vida superior choca-se claramente com o fundamento da mensagem bíblica e cristã. Contrariamente a essa doutrina própria de religiões não-cristãs, as Escrituras ensinam que a salvação do pecador deriva, não de seus próprios atos meritórios, mas da morte de Jesus, que foi perfeito e obedeceu plenamente a toda a lei divina, tomando o lugar dos seres humanos falíveis. (Efésios 2:8-10).
Todas as nossas obras estão maculadas pelo pecado, e somente graças à intercessão dAquele que foi feito pecado por nós (Romanos 5:6-12) é que lograremos o perdão e aceitação do Pai, não para continuar tendo existências experimentais e refinadoras sobre esta Terra de sofrimento e dor, mas para viver eternamente na companhia de Deus e de Seus anjos. (João 14:1-3, Apoc. 22:3-5).

Efésios 2:8-10
8 “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus;
9 não vem das obras, para que ninguém se glorie.
10 Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus antes preparou para que andássemos nelas.”

Romanos 5:6-12
6 “Pois, quando ainda éramos fracos, Cristo morreu a seu tempo pelos ímpios.
7 Porque dificilmente haverá quem morra por um justo; pois poderá ser que pelo homem bondoso alguém ouse morrer.
8 Mas Deus dá prova do seu amor para conosco, em que, quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós.
9 Logo muito mais, sendo agora justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira.
10 Porque se nós, quando éramos inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.
11 E não somente isso, mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, pelo qual agora temos recebido a reconciliação.
12 Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porquanto todos pecaram.”

João 14:1-3
1 “Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.
2 Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar.
3 E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.”

Apoc. 22:3-5
3 “Ali não haverá jamais maldição. Nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão,
4 e verão a sua face; e nas suas frontes estará o seu nome.
5 E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de luz de lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus os alumiará; e reinarão pelos séculos dos séculos.”

É indiscutível que a Bíblia nos oferece a alternativa verdadeira e, por conseguinte, a melhor. Estudemo-la, pois, e sigamos os seus ensinos.


Autor: Prof. Azenilto G. Brito



Fonte: Ministério Sola Scriptura

Vem pra Jesus






...Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração. Hebreus 4:7

Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e meu fardo é leve. Mateus 11:28-30

E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. João 8:32

Esperamos a sua visita na Igreja Adventista do Sétimo Dia.

O Senhor Jesus Cristo te ama. Vem pra Jesus, HOJE!

Admin.

O engano continua...





















Ao terminar uma reunião, o ministro de uma igreja recebeu um urgente pedido da parte de uma senhora, para que fosse a sua casa, pois precisava de seu auxílio. Posteriormente explicou que desde que a família se desfizera de uma mesa de três pernas, que tinham estado a usar para divertir-se, começaram a ser ouvidos ruídos estranhos na casa. Ruídos de passos, o roçar de roupas no guarda-roupa, o estalar de um crucifixo nas mãos de suas filhas quando oravam pedindo que cessasse essa estranha série de acontecimentos - tudo isso trouxera terror ao coração de toda a família.
Depois de cuidadosa investigação, o ministro teve sobeja prova de que de fato coisas estranhas ali ocorriam. Não era simples fantasia da ativa imaginação dos adolescentes. Qual seria a causa desses estranhos ruídos e sons?
A Bíblia responde à pergunta. É evidente que existem forças poderosas em operação neste mundo, procurando captar o espírito e a obediência de todos os homens. Uma dessas forças é dirigida por Deus, que procura, de todos os modos, levar Seus filhos ao pleno conhecimento de Sua vontade. Deus tem incontável número de mensageiros angélicos, enviados a ajudar a Seus filhos. Diz-nos a Bíblia que existe outro poder, chamado Satanás, que procura desviar, enganar e destruir os filhos de Deus. Tendo sob sua direção a terça parte das hostes angélicas, é ele um poderoso enganador. Unicamente estudando a Palavra de Deus e conhecendo os enganos usados por esse sinistro poder, seremos capazes de escapar de suas ciladas.
As profecias da Palavra de Deus que tratam de nossa época, falam acerca de grandes enganos. O diabo sabe que tem pouco tempo para concluir sua obra de engano. Temos de estar de guarda. Saul, que por algum tempo vivera tão próximo de Deus, em desespero volveu-se para uma médium, a fim de conhecer o futuro. Teve fim trágico. O diabo lhe disse o que tanto desejava saber, e a seguir esbocou os acontecimentos que dele fariam um suicida. Perdeu não somente a vida terrestre, mas também um lugar no reino de Deus.
Deus em Sua Palavra adverte a todos, dos perigos implicados em tratar com um médium ou um feiticeiro, pois pretendem poder comunicar-se com os mortos. Como já vimos, "os mortos não sabem coisa alguma." Estão inconscientes. Se, como diz a Bíblia, estão em sono profundo, então esses espíritos ativos ficam desmascarados como espíritos de demônios, que buscam enganar.

Não temos necessidade de buscar conselho desse inimigo de nosso Pai celestial, pois Deus esta disposto a partilhar conosco todo o conhecimento do universo. Volvamo-nos a Ele quando precisamos de informação, e dEle e de Sua Palavra receberemos a verdade.

Fonte: Jesus Voltará

Símbolos invertidos

















Os símbolos naturais foram criados por Deus. Os símbolos servem para edificar e ensinar o homem. Toda construção é na verdade um símbolo da perfeita criação de Deus. Por outro lado, Satanás quer inverter esse quadro. Mas como ele não consegue inverter aquilo que Deus criou com tanta perfeição e poder, que é a natureza, pois o seu poder é limitado, ele tenta condicionar a mente humana a aceitar a corrupção. Foi os adeptos de Satanás que inverteram alguns símbolos para conduzir a mente humana ao erro. O exército do diabo é composto tanto de demônios[anjos caídos], como pessoas insensatas. Muito mais poderoso é o Exército de Deus, composto de miríades e miríades de anjos e de homens consagrados, prontos para indentificar qualquer cilada do inimigo. O campo de batalha é o seu cérebro  (as escolhas).

Satanás sabe muito bem que se ele conseguir dominar os seus cinco sentidos, ele domina a sua mente. Dessa maneira foi que ele e seus agentes inverteram a estrêla de cinco pontas. Cada ponta dessa estrêla significa um lado empírico do ser humano. Visão, audição, oufato, paladar e tato se usados para fazer a vontade de Deus, é uma bênção. Porém, se usados de forma incorreta, levam a pessoa que já está em pecado para a destruição. O que o diabo quer é dominar a pessoa 24hs. por dia. De que maneira? R - Entretenimento.

Hoje existe entretenimento para todos os gostos. Televisão, rádio, cinema, discoteca, parque de diversão, revistas pornográficas, vídeo-game, enfim, você pode tranquilamente viver as suas 24hs. sem Jesus, sem espaço para leitura da Bíblia Sagrada, sem tempo para ir à Igreja e outras atividades dignas. Satanás quer isso mesmo, quer ver você caído sem poder se levantar . Ele se alegra quando você vira as costas para a Palavra de Deus, para ir assistir a novela, o futebol ou um filme. Lembre-se, inverte-se os valores, caminha-se para o aniquilamento mental e para a morte. Deus criou tudo perfeito, em suas mais variadas ordens, tudo para edificação. O homem sempre tomou da natureza os mais diversos exemplos para as suas construções arquitetônicas, exemplo: o palácio de cristal. Bom, a verdade está expressa na mensagem acima. Satanás é destruição, e quantos ele puder levar consigo para o inferno de fogo, ele os levará. Pouco tempo resta para O Senhor Jesus Cristo voltar, logo tudo terminará, hoje é o tempo das escolhas. Amar Jesus Cristo e fazer a sua vontade é estar seguro, e não existe prazer maior.

Vamos perscrutar mais dois fatos.

Outro tipo de simbologia invertida é a estrêla de sete pontas. A fórmula aplicada acima se aplica também a esse exemplo de simbologia invertida.

Cabeça - visão 2 - audição 2- paladar 1 - oufato 2[orifícios nasais] = 7



Existe um oráculo de mentira chamado RUNESTONES. No Brasil esse oráculo de mentira é conhecido por runas ou pedras. Dentro desse “jogo” tem uma pedra chamada ALGIZ. Os adeptos de satanás, mais uma vez, inverteram essa pedra que significa proteção, e fizeram dela um símbolo da paz, conhecido mundialmente.



Veja:



O que muitos pensam ser o símbolo da paz é o símbolo do desprotegido e do desamparado. O Senhor Jesus Cristo é o Príncipe da Paz, somente em Jesus temos verdadeira proteção, Amém.

Obs.: Toda depravação psicológica e social no mundo, é provocado pelo diabo, o pai da mentira e pelos anjos caídos.

O anti-Cristo e a nova era















Pr. Alejandro Bullón

"A Nova Era" é um termo usado para descrever um coquetel de práticas, filosofias e crenças fundamentadas no espiritualismo moderno, no humanismo secular e nas religiões místicas, vindas do Oriente.

Embora entrelaçada em todos os campos da atividade humana - literatura, música, teatro, filmes, novelas, terapias alternativas, educação, história em quadrinhos, horóscopos, cristais, pirâmides, ecologia e alimentação - a Nova Era é um movimento difícil de ser identificado. Isso porque não tem um corpo organizado, nem uma estrutura religiosa, nem princípios doutrinários escritos e nem segue um líder visível. No entanto, está em todas as partes, conquistando homens, mulheres, crianças, ateus, racionalistas, religiosos, donas de casa, empresários e profissionais liberais. A Nova Era tem atividades para todos os gostos e preferências. Cativa as crianças que ficam grudadas diante dos jogos eletrônicos ou diante da TV para assistir He-Man, She-ra ou Pokemon. Fascina os empresários com os seminários de auto-ajuda para seus empregados. E atrai a atenção da juventude com a meditação transcendental, as disciplinas orientais ou uma literatura aparentemente inofensiva como "Fernão Capelo Gaivota".

A humanidade vive com medo, e essa é a razão do crescimento surpreendente que a Nova Era teve nos últimos anos. Há muita violência, sofrimento, exploração do ser humano por seu próprio semelhante. Há um vazio existencial cuja origem é ignorada conscientemente.

Há ocasiões em que você se sente tão deprimido, tão oco, tão rodeado de circunstâncias difíceis que não sabe para onde correr, nem onde se esconder. É aí que aparece a Nova Era, com a idéia maravilhosa de que você pode ser o Deus de seu próprio destino, porque existe uma energia ilimitada dentro de você. Você precisa descobrir o "Eu Superior" que dorme no seu interior. Se souber fazê-lo - afirmam os adeptos da Nova Era - não precisará mais do Deus apresentado pela Bíblia, já que Deus não passa de uma "Energia Superior" que pode estar em você, ou, na melhor das hipóteses, nos recursos da Natureza: no Sol, na Lua, nas estrelas ou nos cristais, nas pirâmides, ou simplesmente na terra, nas árvores e na água.

Mas o que tem tudo isto a ver com as profecias do Apocalipse? Voltemos novamente os olhos ao Jardim do Éden. Especificamente ao diálogo entre Eva e o demônio, disfarçado de serpente. Deus tinha advertido ao primeiro casal de que a vida deles dependeria da observância e obediência aos princípios de vida estabelecidos pelo Criador.

Leiamos em Gênesis 2, 16 e 17: "...De toda árvore do jardim comerás livremente, - tinha advertido o Criador - mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás".

Mas ali aparece a serpente e contradiz a advertência divina: Veja o que diz Gênesis 3, versos 4 e 5: "...É certo que não morrereis. - afirma - Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal".

Nessa declaração histórica da serpente estão as verdadeiras raízes da Nova Era, que pode hoje se apresentar revestida de "solução" para o mundo desumano e violento em que vivemos, mas que, na realidade, só mudou de roupagem.

A resposta da serpente a Eva apresenta quatro dos vários fundamentos da Nova Era:

1. Não morrereis.

2. Se comerdes da árvore recebereis uma energia sem limite, e vossos olhos se abrirão.

3. Sereis como Deus.

4. Decidireis o que é certo e errado.

Deixaremos o primeiro fundamento - "Não morrereis" - para ser tratado num outro programa desta série.

Consideremos aqui os três últimos:

Sereis como Deus - A grande acusação de Satanás foi que Deus era injusto e, portanto, não merecia mais adoração nem obediência. "Eu posso ser Deus", era a idéia de fundo. "Vote em mim. Eu posso liberá-lo de todas as imposições divinas". E com esse tipo de campanha eleitoral, Lúcifer conseguiu enganar uma terça parte dos anjos. O profeta Isaías no capítulo 14, versos 13 e 14, dirige-se a Lúcifer com as seguintes palavras:

"Tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono... subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo".

Você percebe que a tese de Lúcifer era: "Não preciso de Deus porque eu posso ser Deus"? Ele começou assim, depois continuou tentando o ser humano com a fascinante idéia: "sereis como Deus". Por algum motivo essa idéia foi muito desenvolvida no Oriente. Mas hoje chega com força ao Ocidente através de algo aparentemente inocente como a yoga. Os místicos orientais, entre eles os hindus e budistas, praticaram a yoga ou meditação transcendental durante séculos. O propósito da meditação é alcançar a "perfeição espiritual", aquele estado espiritual "maravilhoso" denominado nirvana, "a suprema realidade". Para alcançar o nirvana, a yoga ensina a alterar o estado mental, fugindo do mundo físico e juntando-se a Brahma (deus) com a possibilidade de tornar-se, por sua vez, um deus.

Eles ensinam que Deus é uma energia que pode estar em tudo. E, no momento em que você, através da meditação, consegue alcançar essa energia, passa a ser o deus de seu próprio destino.

Junto à meditação, a yoga usa muito os mantras, que são repetições constantes de sons que ajudam a entrar no estado do nirvana. A famosa atriz Shirley Maclaine, escreveu um livro onde afirma que o mantra que ela usa no seu hatha yoga é: "Eu sou o deus da luz".

A yoga hoje está se tornando tão comum, que quase virou moda. Não é uma nova religião, é uma filosofia de vida. Você pode continuar com a sua religião e crendo no deus que quiser. Afinal de contas, se Deus é apenas uma energia superior e não um Deus pessoal, Ele pode estar em todas as partes do Universo e em forma de qualquer deus. E mais ainda: você pode alcançar esse estado superior ao longo dos anos e da prática da meditação.

Mas o anjo de Apocalipse disse em voz alta: Veja o capítulo 14, verso 7: "...Temei a Deus e dai-lhe glória... e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas".

Este Deus não é apenas um deus energia; é um Deus pessoal; e a criatura nunca poderá tornar-se igual ao Deus. A Bíblia é contundente ao mencionar, em Isaías capítulo 55, verso 9, o seguinte: "Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos".

O segundo argumento da Nova Era, apresentado por Lúcifer no Jardim do Éden, tinha como propósito tirar a atenção humana de Deus e direcioná-la para as coisas criadas. "Se comerdes" - disse a serpente - "vossos olhos se abrirão". Em outras palavras Satanás estava querendo dizer que existia algo de mágico naquela árvore. Que ela teria uma energia especial e poderia ser a porta que conduziria o ser humano a uma esfera superior. "Esta é a chave de vosso desenvolvimento. Vossos olhos se abrirão".

Parece-lhe estranho que hoje as pessoas busquem a solução de seus problemas nas pirâmides, nos cristais, nas pedras preciosas ou nos astros? Essa atitude se baseia na idéia de que "tudo" - pessoas, animais, plantas, objetos, estrelas ou planetas - enfim, tudo é apenas parte de uma unidade abrangente, impessoal e absoluta. Ninguém existe ou vive por si só. Tanto nós, quanto os cosmos, fazemos parte de uma "unidade absoluta", denominada "consciência universal", "energia vital universal", "a força" ou, inclusive, "deus". Dentro desse conceito, o bem-estar de todos depende de sua interligação com esse total energético absoluto, concentrado em algum elemento ou num peculiar centro de energia pessoal.

Mas a experiência mostra que, quando o ser humano tira os olhos de Deus e começa a concentrá-los nas coisas criadas, o resultado quase natural é o ocultismo, nas suas mais variadas formas.

Analise por exemplo um programa de TV que seus garotos assistem ou assistiam todo dia - "He-Man ou os Smurfies. O He-Man apresenta seres sobrenaturais, com características humanas. Esses seres se dividem em dois bandos: os maus e os bons. Cada episódio é um desfile de feitiçaria, magia e encantamentos. O He-Man tem seus amigos que são: Gorpo, um fantasma que usa capuz, fica suspenso no ar e pratica muitas mágicas; Pacato, o tigre que se transforma em Gato Guerreiro e a feiticeira bonita que pratica magia branca e se transforma em falcão.

Antigamente um adulto se assustava apenas com o ouvir a palavra magia ou feitiçaria. Mas a geração do He-Man, She-ra, os Smurfies, Guerra nas Estrelas ou os modernos jogos eletrônicos, aceita tudo isso como parte de seu cotidiano. Em nenhum episódio aparece Deus. Tudo que é preciso para resolver problemas é um pouco de energia cósmica ou alguns trabalhos de feitiçaria. As crianças crescem aceitando a feitiçaria, a vidência, e o ocultismo com a maior naturalidade. Em 1996, o garoto norte-americano Keith Flaig, de 14 anos, brincava no computador com o melhor amigo, Nicholas Watts, na cidade de Portland, quando, de repente, sem motivo nenhum, Keith rasgou com uma faca a garganta do amigo. Depois, o garoto pegou uma pistola calibre 20 e atirou contra a irmã e a mãe de Nicholas, e finalmente, suicidou-se.

Um jornalista disse que: "Antes de cometer toda esta barbaridade, Keith jogava 'Hell', game de ação com cenários assustadores. Um exemplo é o campo de punição, onde há pessoas queimadas e amarradas em estacas de madeira. A sala do dentista é pior. Em vez de aparelhos odontológicos, vêem-se serrotes, limas e uma cadeira de tortura. Na história, o jogador assume o papel de um casal que procura pistas para desvendar segredos de um ditador. É macabro. Foi depois de mergulhar nessa história perturbadora que o garoto Keith cometeu os terríveis homicídios."

O terceiro argumento apresentado pela serpente foi que, ao abrir-se os olhos de Eva, ela passaria a ser quem determinaria o que é bom e o que é mau. E esta, talvez, seja uma das principais razões porque a Nova Era é tão fascinante. Ela dá ao indivíduo um sentido de autocontrole e de poder. Promete crescimento espiritual descobrindo o "eu superior", e você passa a ser seu próprio deus. Ninguém tem o direito de impor qualquer tipo de moral a você. O que você decidir está certo.

Em março de 1989 por exemplo, descobriu-se que Ozel Tendzin, líder espiritual do ramo mais numeroso dos budistas tibetanos nos Estados Unidos, estava com AIDS. Foi um golpe tremendo para seus seguidores. Tendzin, cujas atividades homossexuais não eram segredo para ninguém, tinha sido contaminado, mas nunca o reconheceu, até que foi confrontado com seus parceiros -homens e mulheres - todos contaminados.

O que impressiona é que quando John Dart, editor da coluna de religião de "Los Angeles Times", falou com Martin Janowitz, um dos líderes da organização de Tendzin, este respondeu: "Nós não temos dentro de nossa religião um conceito acerca de práticas sexuais, morais ou imorais. Nós não consideramos, como o fazem outras religiões, que as práticas homossexuais sejam pecado".

Isto é "fascinante" para o ser humano. Você é "livre" para chamar ao mal, bem e ao bem, mal. Você determina o que é certo e errado. Não é extraordinário do ponto de vista humano?

Você percebe que o inimigo de Deus continua com a velha tese: "Não busque a solução de seus problemas em Deus. Busque-os dentro de você mesmo ou da Natureza". E está conseguindo seu objetivo. Por incrível que pareça, está. Se você duvida, entre numa livraria e observe a enorme quantidade de livros esotéricos, de yoga, meditação transcendental, horóscopos e afins. Sente-se diante da TV e perceba a inúmera quantidade de filmes, novelas e programas que tem como tema central a reencarnação, o espiritismo e filosofias orientais.

Coincidência? Não. Tudo estava na profecia. Pouco antes da volta de Cristo, exatamente esse seria o pensamento da moda.

E você precisa estar avisado para fundamentar sua fé unicamente na Palavra de Deus.

Que Deus o abençoe.

ORAÇÃO

Oh Pai querido, o inimigo tenta destruir os teus filhos. Ás vezes o faz atacando abertamente e outras vezes o faz disfarçado, mas a Tua Palavra é a luz que ilumina o caminho dos Teus seguidores. O Teu espírito abre os olhos para entender e para compreender que por trás de idéias e filosofias aparentemente maravilhosas pode estar o inimigo tentando destruir as vidas.
Neste momento, que os olhos de muitos filhos sinceros Teus sejam abertos para compreender que a única guia é a Tua Palavra Sagrada. Que Tua mão poderosa toque vidas angustiadas neste momento, que toque corpos enfermos, que faça milagres se alguém estiver precisando de milagres em sua vida. Em nome de Jesus, Amém.